Pular para o conteúdo

Presidente Lula reúne entidades sindicais para definir nova política do SALÁRIO MÍNIMO

CONTAR, Centrais Sindicais e dezenas organizações do campo e cidade vão receber uma proposta de reajuste do SM e financiamento do movimento sindical

            O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se encontrou com sindicalistas do campo e da cidade nesta quara-feira, 18 de janeiro, em Brasília,  para discutir e encaminhar a política de valorização do salário mínimo. “Nós queremos uma política salarial para garantir a recuperação do poder de compra da classe trabalhadora, e principalmente no campo”, disse Gabriel Bezerra, presidente da CONTAR, que participou do encontro com o presidente e sindicalistas.

            No encontro, o presidente Lula assinou um decreto para criação de um grupo de trabalho para instituir a nova política de valorização do SM. Conforme determinação do presidente, o grupo é composto por membros dos  ministérios do Trabalho, Fazenda, Previdência, Desenvolvimento e Casa Civil, além das Centrais Sindicais, e  terão até 90 dias para apresentar uma proposta finalizada da política do salário mínimo.

            No encontro o presidente Lula,  garantiu aos sindicalistas que  o valor de R$ 1.302,00, do novo salário mínimo, já  será pago no mês de janeiro de 2023.  Segundo o presidente da CONTAR, Gabriel Bezerra, na pauta do encontro, também foi tratado a questão do financiamento do movimento sindical pela classe trabalhadora. “Nós temos que viabilizar uma forma de garantir a sustentabilidade dos sindicatos e organizações de trabalhadores. Os últimos governos sufocaram nossas organizações e agora temos que recuperar nossas estruturas para lutar por melhores condições de vida e salário”, afirmou Gabriel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *